Expressões Jurídicas

lat Ó profundeza! São Paulo refere-se na Epístola aos Romanos à sabedoria e ciência divinas. Aplicam-se estas palavras, quando se trata de um mistério insondável.
lat Ó demasiadamente felizes agricultores, se conhecessem a sua felicidade. Aplicam-se estes versos de Virgílio àqueles que gozam de benefícios que desconhecem.
lat Ó campo, quando tornarei a ver-te! Horácio sentia saudades da vida agreste.
lat Ó santa simplicidade! Exclamação atribuída a João Huss, quando viu uma velhinha lançar uma acha de lenha à fogueira em que ele se consumia. Empregada em sentido irônico.
lat Ó tempos! Ó costumes! Exclamação de Cícero, contra a depravação de seus contemporâneos.
lat Ó três e quatro vezes felizes! Circunlóquio virgiliano para dizer o superlativo de feliz.
ingl Certo; correto. Corresponde à locução inglesa: all correct, tudo certo.
lat O obscuro pelo mais obscuro. Vício de linguagem que consiste em apresentar alguma definição por termos menos conhecidos que os do enunciado.
lat Têm olhos e não vêem. O salmista fala no Salmo CXV, versículo 5, da cegueira dos ídolos, mas na linguagem popular aplicam-se estas palavras para significar a cegueira intelectual.
lat Que me odeiem, contanto que me temam. Palavras tiradas do poeta Attius, citadas por Cícero, e que se aplicam às autoridades prepotentes e desconfiadas.
lat Detesto o vulgo profano. Na Ode I do Livro IV, versículo 1, Horácio mostra o seu desprezo pelos aplausos populares e o apreço pelos elogios dos homens de bom gosto.
lat Perdeste o teu azeite. Refere-se esta locução aos trabalhos realizados à noite, à luz dos candeeiros, demasiadamente exaustivos, e que não conseguiram bom êxito.
lat Tudo que é desconhecido é tido por magnífico. A imaginação sente-se fascinada pelo desconhecido.
lat Ganhou todos os votos o que uniu o útil ao agradável. Unir, numa composição literária, o útil ao agradável, forma, segundo Horácio, a base do sucesso.
lat Tudo que é vivo (provém) de um ovo. Aforismo citado pelo médico inglês Harvey.
lat Trago comigo todas as coisas. Resposta do filósofo Bias, da Grécia, àqueles que, fugindo ao exército persa, se admiravam de ver o sábio sair sem nada levar. Para Bias só valiam as riquezas do espírito.
lat Tudo servilmente pelo domínio. Máxima que se aplica aos políticos inescrupulosos.
lat O amor vence todas as coisas. Virgílio, nesta passagem, refere-se ao Amor personificado.
lat Toda célula procede de outra célula, axioma de Biologia.
lat Todo homem é mentiroso. Palavras do Salmo CXVI, de freqüente aplicação.
lat Pelo assentimento de todos; por unanimidade; por voto universal.
fr Fala-se francês. Legenda de vitrina.
lat Dir Encargo de provar. Expressão que deixa ao acusador o trabalho de provar (a acusação).
lat Obra citada. Geralmente empregada abreviadamente op. cit. e indica que oportunamente foi ou será citada a obra.
lat Roga por nós. Refrão repetido a cada invocação das ladainhas de Nossa Senhora e dos Santos.
lat De boca arredondada. Referência à linguagem pomposa e alambicada.
lat Deu ao homem um rosto elevado. Verso de Ovídio (Metamorfoses, I, 85), em que se salienta a superioridade do homem sobre os outros animais, que têm a cabeça voltada para a terra.
lat Boca que proferirá grandes palavras. Horácio fala dos verdadeiros poetas que devem ter gênio e inspiração divina.
lat Descanso com dignidade. Expressão de Cícero aplicada aos letrados de seu tempo que dispunham de recursos para levar uma velhice inteiramente dedicada aos livros.