Por que a gestão legal, quando aplicada, funciona em um escritório?

Por Leonardo Moraes, Administrador de empresas, pós-graduado em marketing e vendas, consultor especialista em gestão de escritórios, estratégia de negócios jurídicos, gestão financeira e marketing jurídico. Experiência e vivência com mais de 09 anos na gestão e consultoria para escritórios de advocacia de diversos portes nas principais capitais brasileiras. Sócio do escritório Leonardo Moraes Empreendedorismo Jurídico https://leonardomoraes.me/


De acordo com a última pesquisa realizada, já são mais de um milhão e duzentos mil advogados no Brasil. Como sobreviver em um ambiente cada vez mais competitivo?

A advocacia vem se transformando a cada dia, novos concorrentes entrando no mercado, clientes mais exigentes, mudança na forma de peticionar, crise econômica, inovação, etc. Isso tem impactado diretamente na forma de atuação das bancas.

Manter a sustentabilidade de um negócio jurídico vai exigir do empreendedor que ele coloque em prática a gestão legal, implementando as melhores práticas e ferramentas necessárias para gerir as pessoas, a produção jurídica, os clientes, as finanças e o societário da banca.

Uma boa gestão fará com que ele tome decisões seguras para garantir o crescimento da banca através de pessoas motivadas, produzindo mais, garantido a satisfação dos clientes e consequentemente aumentando a rentabilidade.

Sem gestão não é possível seguir um caminho duradouro na busca de melhores resultados, o escritório fica desorganizado, sem foco, com pessoas desmotivadas, queda na produtividade, insatisfação dos clientes, aumento do custo e perda de faturamento.

Além de colocar a gestão em prática o empreendedor jurídico precisa disseminar essa cultura diariamente dentro do escritório. A equipe tem que carregar esse DNA de gestão em seu sangue, pois não adianta os sócios quererem implementar um novo modelo se a equipe não está preparada para executar.

Quando a gestão legal começa a ser implementada em um escritório, muda-se a forma de pensar, agir e a forma de tomar decisões dos sócios, no inicio é normal a ansiedade por resultados imediatos, as expectativas são muitas e é fundamental ter controle sobre o que está sendo executado e o que está trazendo resultados relevantes para a banca, ter um olhar 360 é importante para os sócios enxergarem o todo, não olhar somente para os resultados financeiros, mas para as pessoas, produtividade, satisfação do cliente, reputação, posicionamento da marca, etc.

Os sócios devem ser os agentes da mudança, precisam adquirir a habilidade de ser exemplo através da liderança servidora. Não adianta mostrar e querer implementar um bom plano de gestão se a equipe não está motivada e não é incentivada diariamente para executar as ações propostas. A gestão deve ser pensada para beneficiar o todo da banca.

Segundo o Dr. Luis Gustavo Nicoli, sócio da banca LGN Advogados, a gestão foi fundamental para a melhoria dos seus serviços, ganho de tempo, motivação da equipe e aumento da produtividade. “Antes de implementar a gestão legal no escritório eu não tinha tempo para fazer o que era estratégico e tomar decisões seguras, pois não tinha informações relevantes. Quando um cliente agendava um horário eu torcia para que esse cliente desmarcasse, pois tinha prazos para cumprir, cuidar da equipe, financeiro, etc. Hoje me sobra tempo para atender melhor o cliente, cuidar do financeiro, da equipe e do estratégico. Hoje meu escritório é outro.

Esse é mais um case de sucesso de um escritório que levou a gestão legal a sério, não dá pra esperar que as coisas aconteçam com a mesma atitude, é preciso buscar e vivenciar a mudança, fazer diferente para alcançar resultados diferentes. Não deixe que sua banca continue com o pensamento de cinco anos atrás, os negócios mudam a cada momento, as pessoas buscam serviços melhores, o mercado se torna mais escasso e competitivo. É o momento de produzir mais com menos, investir em pessoas e tecnologia e aproveitar o bem mais escasso na advocacia, o seu tempo. Pense fora da caixa e faça a diferença em seu mercado, mostre para o seu cliente o seu diferencial e porquê o seu produto agrega mais valor para o negócio dele.